Modalissa 3 anos - Post comemorativo

Hoje o blog completa 3 anos! Yay!

Em janeiro de 2016, iniciei essa jornada de produção de conteúdo, autoconhecimento, responsabilidade de informação, extensão de pensamento, opinião e exposição no mundo virtual.

Tudo o que vocês veem aqui no blog e nas minhas outras plataformas digitais (instagram principalmente) é parte grande de quem eu sou na vida real. 

Aprendi tanto nesses últimos 3 anos, e o blog me ajudou bastante nisso. No post de hoje, vou contar um pouco pra vocês sobre minha vivência na internet e sobre o que eu aprendi e espero para o futuro. Para ilustrar, fiz duas montagens com momentos e conteúdos que são mais recorrentes por aqui.




Eu nasci em 1995, alguns anos depois quando a internet bombou, eu já estava lá (ou aqui) imersa naquele mundo de conexão discada, lenta, só para jogar no site da barbie e entender um pouco da vida social no orkut.

Paralelo a isso, os anos vieram, a tecnologia surpreendeu o mundo, e as mídias sociais apareceram para melhorar e atrapalhar nossa vida ao mesmo tempo. Mas o blog é uma realidade que me pertence há bastante tempo, já tive vários, mas o Modalissa é o mais próximo de mim, como vocês sabem e acompanham.

Meu objetivo sempre foi ter e mostrar a vida mais real possível. Dicas possíveis, looks possíveis, viagens possíveis, reflexões e crônicas possíveis. É a vida de mentira que mexe negativamente com a vida das pessoas, então let's keep it real, right?!

Sendo hobby ou profissão, o blog já me ensinou a ser mais leal a quem eu sou e ao conteúdo que eu gosto de mostrar, me ensinou a lidar com pessoas, a alcançar um certo grau de maturidade, a entender e a respeitar a opinião do outro e a entender que tudo muda o tempo todo, mas a essência do que é importante sempre fica.



A parte mais motivadora de ter um blog com um alcance legal, é saber que de fato eu influencio pessoas. Faço gente pensar, refletir, se divertir. Olha só que mágico! Esse é o papel do comunicador: prender a atenção das pessoas utilizando-se da relevância.

E o tanto que eu sei hoje em dia sobre internet, sem falsas modéstias, não está no gibi! Além de estar fazendo pós-graduação em mídias sociais, atualmente consigo entender e saber onde eu me encaixo ou não nesse mundo interminável de likes, comentários, reposts, fake news, fotos photoshopadas, etc e tal.

A internet me ensinou que gente é gente em qualquer lugar e existe o bom e o cruel. Também me ensinou a ser mais crítica e a fazer a autocrítica. Vou sempre escolher a positividade, espalhar coisa boa, porque chega de coisa ruim, né? 
Também percebi que o "vício" é péssimo! A quantidade de informação fútil e coisas sem sentido que vemos por aqui também é enorme, é preciso saber filtrar e não acreditar em cada palavrinha a que temos acesso, nem a transformar telas de computador/celular em nossas vidas reais.



Outra coisa importante é o bem que certos conteúdos podem fazer às pessoas. Podemos mudar dias e até vidas de gente que nunca veremos na vida, tudo isso por meio de palavras. Lindo, né? Também podemos ficar tristes, nos compararmos e cairmos em um poço sem fundo. Nunca culpe as ferramentas, culpe os mensageiros. É a gente aqui que faz desse mundo uma coisa boa ou ruim! Acredito que o equilíbrio seja a chave de tudo.

Hoje consigo produzir, me animar, trabalhar com as plataformas digitais sem esquecer que minha vida de verdade acontece fora das telas, ao vivo e a cores. Aprendi que posso sim fazer algum tipo de diferença no mundo a partir da internet, e que interagir com o próximo faz muito bem quando temos  e nos rodeamos de respeito, paz e energias do bem.

Vamos em frente? Conto com vocês para mais um ano de blog!
Beijocas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário