Tour por Salvador, conheça o Pelourinho

Como boa baiana de Salvador, amo turistar na minha própria cidade. É muita história envolvida, lugares lindos e inspiradores para explorar! 

Nada melhor que conhecermos mais de nossas origens, né?

Há alguns dias, fiz uma mini tour com duas amigas, costumo fazer sempre com minha família: fomos nos Pelourinho e aproveitamos bastante a área das igrejas e da arquitetura no geral. 
Neste post, vou dar algumas dicas do que eu amo fazer quando estou no pelô (não canso!) para mostrar pra vocês que Salvador não é feita só de praia! 

Vamos nessa?

Ladeira do Pelô

Pra você que nunca foi, o Pelourinho é um sopro de cultura e de baianidade. É andar respirando história! Hoje vamos focar nas áreas comuns e nas igrejas que são minha paixão (não sou religiosa, mas amo mesmo assim!)

Como são muitas ladeiras, é legal ir confortável, com uma roupa fácil de se movimentar. Não esqueça o protetor solar e leve dinheiro para comprar souvenirs (tem muitas opções!).

Fundação Casa Jorge Amado

O Pelourinho não é grande e é super intuitivo. Você não precisa necessariamente de um guia para se localizar. Tem algumas ruas mais perigosas, mas dá para sentir a vibe, então é melhor nem entrar. Existem os pontos em comum onde o movimento de pessoas é maior, vá sem medo!

Essa área das duas primeiras fotos (acima) é a parte principal, a ladeira do pelô, onde Michael Jackson gravou o clipe na década de 90. É também onde fica a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

Você vai ver muita gente dançando ao som dos tambores do Olodum, muitos vendedores autônomos te oferecendo coisas (quase um assédio, se não se interessar basta ignorar) e alguns hostels, centros de artesanatos e pequenos museus.

Venerável Ordem Terceira São Domingos Gusmão
Caminhando mais um pouco, à esquerda da Cantina da Lua (bom restaurante!), você avista a igreja de São Domingos (acima). Se olhar à direita, verá a primeira faculdade de medicina do Brasil (prédio rosé).


Agora vamos para a minha parte preferida! Desde criança, meus pais me trazem nessa área dessas duas igrejas em particular que mostrarei abaixo, para entender um pouco das raízes portuguesas (não só da minha família, como de todos nós brasileiros). 

Falando poeticamente, é olhar para trás para entender o presente e planejar o futuro. Nossas raízes têm esse poder!

Praça Anchieta/ Largo do Cruzeiro de São Francisco

Nessa área você também encontra sorveterias, barzinhos e restaurantes, além de outros serviços como dreads e tererês para cabelo.


Esta igreja ao fundo é a Igreja e Convento de São Francisco - Ordem Primeira (uma das minhas preferidas!!!), que tem o interior totalmente em ouro e espaços com os famosos azulejos azuis portugueses. Coisa mais linda! 

Para entrar, basta pagar uma taxa de 5 reais. Dessa vez não deu para entrar porque chegamos tarde (a última visita é às 16h30), mas voltarei em breve e mostro tudo pra vocês na parte 2 desse post! 


Em anexo à essa igreja, logo à esquerda temos uma outra que é minha preferida. Acho a arquitetura estonteante! É a Ordem Terceira do São Francisco que abriga itens portugueses raríssimos e um ossuário. EU AMO! Pura história! 

Você pode entrar por ela, ou pela anterior, a taxa é a mesma!

Igreja e Convento da Ordem Terceira de São Francisco
Esse lugar é demais!



Coisa linda, né? Mostro o interior dessas igrejas pra vocês muito em breve!



Continuando nossa caminhada, ao lado da Faculdade de Medicina, temos a Catedral Basílica de Salvador. Linda também! No momento que chegamos estava acontecendo um culto ecumênico. Aqui em Salvador você nunca se decepciona!

Catedral Basílica

À esquerda desta igreja, vamos em direção à Praça da Sé. Essa praça faz a ligação entre a Praça Municipal e o Terreiro de Jesus. Com surgimento na década de 30, depois da demolição de várias construções no local, hoje ainda é possível enxergar um antigo cine teatro e muito comércio de rua. 

A antiga Igreja da Sé foi demolida neste local, embora seja possível observar suas antigas fundações. Para honrar o que não existe mais,  foi criado o monumento da Cruz Caída em homenagem à igreja.

Cruz Caída

Para finalizar nosso passeio, no fim de tarde, vimos o por do sol no elevador lacerda! Fica bem ao lado desta praça que mostrei acima.

 
É a foto clichê de cartão postal mais bonita do Brasil!

Gostou de acompanhar a mini tour? Ficou com vontade de conhecer, né?
Esse post só foi uma prévia! Volto com mais pra vocês muito em breve.


Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário