Paris, Je t'aime

Arrisco dizer que Paris é a cidade mais linda do mundo. Não, não conheço todas as cidades do mundo, e ainda assim, arrisco-me a afirmar que nada é tão belo quanto Paris.



Viajar é se inspirar, e não há nada mais inspirador que conhecer uma nova cultura, novos lugares, sentir cheiros, sensações, ver gente, se sentir no mundo. Tive a oportunidade de ir pela primeira vez à Europa neste mês de novembro/2017 e meu primeiro destino foi a cidade luz, capital da moda, ícone de beleza: Paris.

Desde o momento em que desembarquei do meu voo Lisboa-Orly senti que algo dentro de mim havia mudado. Alguma mágica tinha acontecido. Acabara de pisar na cidade que me fez reconhecer tudo o que existe de mais bonito no velho mundo.


Essa foto simboliza minha primeira impressão da cidade. Estava eu com meu grupo de viagem (Viajei sozinha em uma excursão, mas isso fica para outro post) no ônibus a caminho do hotel, e de repente, vi esse tímido castelo à minha esquerda e levei o maior susto (susto dos bons!). Começava a sentir a história e a respirar as belezas de um lugar abençoado.

Passada a primeira impressão, fui conhecer meu Hotel. Fiquei no Novotel Paris La Defénse, um hotel 4 estrelas, super bem localizado em uma área comercial de Paris, próxima dos pontos turísticos, de shoppings e do transporte público. A diária desse hotel fica em torno de R$700.

Algumas fotos do meu quarto para vocês sentirem a finesse:







Adorei o hotel, o quarto era espaçoso, confortável e minha vista era o Rio Sena com a Torre Eiffel como plano de fundo. Não dava para reclamar, né? Fui privilegiada em Paris desde o primeiro dia.

No dia em que cheguei, fui conhecer um pouco da cidade iluminada à noite e foram choques de beleza a cada passo dado.

Torre Eiffel
Moulin Rouge
Arco do Triunfo
Avenue Champs Elysées
Conheci um monte de coisa e lugar lindo na primeira noite e consegui sentir a vibração da cidade. Tudo funciona, é tudo muito civilizado, o transporte é rápido e eficiente (ônibus e metrô), e eu não via a hora de ver tudo na luz do dia!

A excursão começou no dia seguinte com muitos passeios especiais. Lembro de sentir uma espécie de mágica surgir a cada lugar diferente que eu conhecia. É impossível não ser poético quando se menciona Paris, é tudo isso que todo mundo fala mesmo!

Tour Eiffel de outro ângulo

O museu do Louvre foi um dos lugares que mais amei ter conhecido. Para entrar custa 15 euros e é legal ter tempo para ver tudo (é enorme!). É muita beleza por metro quadrado!

Felicidade na entrada do Louvre
Look Chanel e Zara






Monalisa




Casa de Napoleão Bonaparte


Tutakámon


Quem gosta de arte e história fica encantado! É um mundo para ser conhecido e admirado. Minha dica é reservar pelo menos 3 horas do dia para ver o melhor do Louvre. Dizem que não dá para conhecer tudo em menos de 3 meses, e eu concordo!

O dia continuou e no período da tarde fomos conhecer algumas ruazinhas parisienses e outros monumentos:

Lés Invalidés

Place Vauban

Outono parisiense! Lindo!

Ponte do amor! A cidade é super romântica!

La Defénse

Ponte Alexander III
Outro lugar que eu fazia questão de ir todos os dias em que estive em Paris foi a Avenue Champs Elysées. Me sentia num filme!

Tanto pela proximidade do Arco do Triunfo, como pelas lojas como Sephora, grifes que eu adoro como Louis Vuitton e pela Ladurée, meu sonho de consumo em Macarons!




Ladurée
Um dos momentos mais significativos pra mim foi conhecer a Avenue Montaigne, a avenida da Alta Costura em Paris. A capital da moda, a pioneira e mais importante no seguimento, me fez sentir parte real daquele mundo, como mulher, jornalista, blogueira de moda e consultora de moda.

Todas as grifes como Dior, Givenchy, Chanel, Prada, Gucci, Dolce&Gabbana, Chloé, Ralph Lauren estão lá. Para os fashion lovers como eu, um sonho realizado!

Dior, minha grife preferida

Givenchy, em homenagem à minha diva Audrey Hepburn

Gucci
O ponto de maior emoção da viagem à Paris foi a visita a Sacré-Coeur, a Igreja do Coração Sagrado de Jesus. A energia do lugar era surreal. Não faço parte de nenhuma religião, acredito em Deus e em energia, e pra mim, esse é um dos lugares mais fortes e poderosos que já conheci.





Saí de lá agradecendo por tudo. Indico essa visita sem dúvida alguma!

Aqui vai um resumo das minhas dicas e impressões sobre Paris:

- É uma cidade linda. Existe beleza em todos os lugares! É impossível não se sentir feliz, inspirado e grato por cada momento.
- Os franceses que eu tive contato (hotel, lojas, pontos turísticos), em sua maioria, eram muito fechados e mal educados. São ríspidos na fala e no olhar. Eles não falavam inglês, então a comunicação foi um pouco difícil, eu só tive sorte porque tenho parentes lá que me ajudaram. Inclusive no Louvre, não davam informações em inglês, achei um absurdo!
- Os ônibus são ótimos e o metrô também. Diferente do nosso país, por lá tudo tem horário e tudo funciona bem bonitinho.
- É uma cidade cara para comprar e para comer, eu gastava uma média de 20 euros em comida por dia porque optava por locais mais econômicos. Comi mais fast food do que como no Brasil, tipo KFC, Starbucks, Mc Donalds, comi crepes franceses de carrinho da rua, kebabs, etc e me mantive durante o tempo em que estive lá;  Mas se você quer comer nos bistrôs e restaurantes finos, prepara o bolso amiga!
- No geral, as atrações turísticas tem preços atrativos e nada é muito distante. Se você vai passar uma semana em Paris, acredito que menos de mil euros (talvez uns 800) por pessoa seja o suficiente.
- Dá para comprar umas maquiagens, souvenirs e coisas femininas mais básicas. Comprei muitos produtos da Sephora, Nyx, La Roche Posay, Bioderma, etc. Farmácias são ótimos lugares para comprar, bem como lojas de departamento como a Monoprix (amei!).
- O croissant, o crepe e os macarons são realmente muito melhores lá.
- Devido ao terrorismo e à realidade dos refugiados, você é revistado em praticamente todos os locais e também vai presenciar muitas pessoas morando na rua. Triste!
- Foi uma experiência inesquecível e eu não vejo a hora de voltar!

Merci Beaucoup Paris!

Agora, vou mostrar uma prévia do que aconteceu logo quando saí de Paris.
Para chegar no meu próximo destino, fui de ônibus até o norte da França, mais precisamente para a cidade de Calais para pegar o Eurotúnel, uma das construções mais incríveis de todos os tempos, e ir, por baixo do mar, até a Inglaterra.

Calais - França
Dentro do Eurotunnel, saindo da França a caminho de Folkestone na Inglaterra

Algumas horas depois, finalmente cheguei em LONDRES! Mas essa viagem vocês só acompanham no próximo post.

Au revoir!

Espero vocês com mais no meu instagram @alissamagalhaes

Bisous!

Nenhum comentário:

Postar um comentário